sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Saudade


Saudade do que eu ainda era para você. Minha linda.
Saudade do que era para mim. Meu bobinho.
Pergunto-me como tudo isso começou;
Minha mudança foi reflexo da sua?
Ou a sua foi reflexo da minha?
Não sei.
Só sei que nossos rótulos mudaram e podemos ser tudo:
Amigos, parceiros, companheiros...
Menos amantes.

Um dia esse amor reviverá?
A chama entre nós se restabelecerá?
Algum dia as borboletas irão trazer o desejo de nos desfrutar?
De nos amar?

Com esperança, eu espero o regresso iminente das borboletas com meu amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário