sexta-feira, 10 de junho de 2016

Por que não ouvimos mais música?


Você continua lindo. Não. Você está ainda mais lindo.
Você era meu tipo há 6 anos atrás. Eu mudei e você continua sendo meu tipo.
Evoluímos juntos e somos uma dupla e tanto! Nos amamos muito.
Mas falta aquilo.
Aquilo que os poetas tentam traduzir em vão.
Aquilo que faz o sangue correr rápido nas veias. Aquilo que faz com que o ar a nossa volta não seja suficiente. Aquilo que nos faz desejar o beijo nunca acabe.
Mas os beijos se tornaram uma dança de línguas sem música.
Por que não ouvimos mais música?
Por que tudo se acomodou?
Por que tudo agora é monótomo?
Nosso amor mudou o ritmo, o caminho...
Mas continua sendo amor e eu te quero em minha vida. Mais do que nunca.
É difícil perceber as diferentes facetas do amor, mas se você pensar também vai conseguir ver.
O que fomos. O que somos.
Mas o que eu quero saber é como vai ser? Você vai querer: ponto ou vírgula?
Eu vou de vírgula, vem comigo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário